Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

riscos_e_rabiscos

.

.

Façam uma pausa e sirvam-se :)

Ouvi dizer que andava por aí uma preguicite aguda contagiosa.

Pois aqui a Pepper, como mulher precavida que é, foi ao sinhor doutore para descobrir qual o antídoto.

O sinhore doutore disse:

 

- Quando tiveres uma crise aguda, toma um destes... 

y
... e para reforçar o efeito, acompanhas com um destes...
p
E eu, menina bem mandada que sou, segui à risca aquilo que o sinhor doutore disse.
Ainda que virtualmente... 
{#emotions_dlg.drool}
Alguém me acompanha?

O cupcake do Bóbi

 

O meu irmão levou o Bóbi ao seu passeio noturno para que este fizesse as necessidades. Desta vez a minha mãe também os acompanhou porque decidiu ir deitar o lixo fora.

 

Depois de umas belas corridas para esticar as pernas, umas demarcações de território por aqui e por ali, resolve exprimir as suas emoções de uma forma mais "sólida", digamos assim.

 

Como este cão é super inteligente - é pena não haver carcanhol para ir para uma escola de treino - resolveu que aquele "presente" teria de ser feito de uma forma diferente, mais "à humano".

 

Sabem aqueles pinos altos dos passeios? Pois é! O sr. Bobi sentou o seu belo rabiosque em cima de um desses pinos e... aí vai disto Evaristo! Deixou um belo cupcake em cima do pino! Mas de tamanho familiar!

 

Desta vez ninguém apanhou o dito cujo. Ficou lá à espera que o rabo de um cigano se sente lá em cima - é o que eles aqui fazem todo o santo dia - e leve o cupcake agarrado às calças para casa! Hihihhi!

 

E como se esta aventura não chegasse, o sr. Bóbi que estava sentado junto da minha mãe, resolveu presenteá-la com uma ventosidade anal sonora. E foi de taL maneira que a minha mãe sentiu o "vento" e ia desmaiando com o "perfume".

 

Desculpem os pormenores badalhocos mas não resisti a contar-vos isto. Só este cão mesmo!